Windows 10 já foi instalado em 14 milhões de dispositivos, diz Microsoft

Lançado na terça (29), novo sistema está sendo liberado aos poucos.
Windows 10 custa R$ 330; usuários antigos têm atualização gratuita.

G1, em São Paulo

O novo sistema operacional Windows 10, lançado oficialmente na terça-feira (29), foi instalado em 14 milhões de dispositivos em 24 horas, de acordo com a Microsoft. A atualização está sendo disponibilizada em fases, e quem for usuário de Windows 7, Windows 8, Windows 8.1 e Windows Phone 8.1 tem direito ao download de graça. A gratuidade vale até junho de 2016.

“Apesar de já termos mais de 14 milhões de dispositivos rodando o Windows 10, ainda precisamos fazer muitas atualizações para conseguir satisfazer todos vocês que reservaram o download”, diz Yusuf Mehdi, vice-presidente corporativo de Windows, em postagem no blog da Microsoft.

O novo Windows 10 funciona em notebooks, computadores, celulares e tablets da empresa. Para receber a novidade, a máquina deve preencher alguns requisitos, como ter processador de 1 GHz, e memória RAM de 1 GB (para 32 bits) ou 2 GB (64 bits) e espaço livre de 16 GB (para 32 bits) ou de 20 GB (64 bits). Antes ainda é preciso fazer alguns preparativos. Donos do Windows 7 devem se certificar de que baixaram e instalaram o Service Pack 1 e quem usa o Windows 8 deverá atualizar para Windows 8.1.

Veja abaixo algumas das novidades do Windows 10:

Cortana, assistema pessoal do Windows 10, chegará a celulares com Android (imagem), do Google, e iOS, da Apple. (Foto: Divulgação/Microsoft)
Cortana, assistente pessoal do Windows 10 (Foto: Divulgação/Microsoft)

Cortana
A assistente pessoal aprende as preferências do usuário do sistema para fazer recomendações, informar o jeito mais rápido de acessar informações no aparelho e na internet, além de lembrar compromissos e atividades agendadas. É possível se comunicar com a Cortana falando ou escrevendo. A assistente não funcionará apenas no Windows 10, mas também em celulares e tablets que rodem o Android, do Google, e o iOS, da Apple. Participantes brasileiros do programa Windows Insider receberão a Cortana ainda em 2015.

Project Spartan é o novo navegador na internet da Microsoft, criado para substituir o Internet Explorer no Windows 10. (Foto: Divulgação/Microsoft)
Edge é o novo navegador na internet da Microsoft, criado para substituir o Internet Explorer no Windows 10 (Foto: Divulgação/Microsoft)

Microsoft Edge
O navegador foi criado pela Microsoft para substituir o clássico Internet Explorer. Antes de visitar novas páginas, o usuário passará por uma espécie de janela personalizada com sites mais visitados, aplicativos e informações pessoais obtidas através do uso da assistente virtual da empresa, a Cortana.

Windows Continuun
A ferramenta facilitará a integração de aparelhos que rodem Android e iOS com um computador equipado com o Windows 10. Caso o smartphone já rode o sistema da Microsoft, a conexão com o PC o fará funcionar como um computador de mesa.

'Paciência', jogo clássico dos sistemas operacionais Windows. (Foto: Divulgação/Windows)
‘Paciência’, jogo clássico dos sistemas operacionais Windows. (Foto: Divulgação/Windows)

Candy Crush e Paciência
Os dois jogos, o clássico das cartas e o hit dos smartphones, estarão presentes no novo sistema. Instalados de fábrica, os games não precisarão ser baixados.

Novos emojis do Windows 10 incluem dedo do meio e novos tons de pele (Foto: Divulgação)
Novos emojis do Windows 10 incluem dedo do meio e novos tons de pele (Foto: Divulgação)

Emoji de ‘dedo do meio’
O Windows 10 contará também com alguns emojis novos, como o “dedo do meio” — já é possível usá-lo no WhatsApp— e de algumas novas variações de tons de pele. Além delas, também estarão presentes atualizações de modelos conhecidos, como a da atendente de balcão de informações – conhecida popularmente como “mulher atrevida”. A empresa também afirma que escolheu a cor cinza como o tom de pele neutro de seus emojis.

Atualizações automáticas
O Windows 10, novo sistema operacional da Microsoft, vai forçar os usuários a instalarem atualizações mesmo que eles não queiram. A novidade é descrita no acordo de licenciamento que os donos do software têm de assinar antes de começar a utilizá-lo. Com isso, não só funções para ampliar a segurança ou correções de falhas serão incluídas no Windows 10, mas também novas ferramentas serão implantadas no sistemas sem que o usuário possa optar.

Fonte: Site G1

Related posts:

Compartilhe: