Intel Core 5ª Geração (Broadwell)

A Intel havia prometido ao público e, depois de um leve atraso, veio à CES 2015 finalmente revelar os detalhes da 5º geração dos processadores Core fabricados em um processo de 14 nanômetros. Segundo as palavras da própria companhia, eles vão entregar uma “performance premium, visuais estonteantes e uma autonomia de bateria que vai permitir à computação chegar ao próximo nível”.

Há alguns meses, a empresa havia anunciado o primeiro membro da família Broadwell, de codinome Core M (também chamado de Broadwell-Y), que hoje equipa uma série de dispositivos. Essa linha de processadores é principalmente destinada à categoria de dispositivos 2 em 1, como notebooks híbridos, que podem funcionar como um PC tradicional ou um tablet.

 

Broadwell-U, os novos membros da família Broadwell

Os próximos membros da família Broadwell, batizados de Broadwell-U, atenderão outra categoria de produtos. Equipando computadores all-in-one, mini desktops, estações de trabalho, notebooks entusiastas e laptops de telas grandes, esses componentes cobrirão uma grande quantidade de dispositivos.

Ao todo, são 14 novos processadores para consumidores e para o mercado corporativo; 10 novas unidades “embaladas” por 15W com Intel HD Graphics; 4 novos processadores de 28W integrados com Intel Iris Graphics; e novos chips das linhas Intel Pentium e Celeron.

Comparativo com a geração anterior

Para comprovar a qualidade de seus novos chips, a Intel colocou um dos membros da linha Broadwell-U (o Intel Core i7-5600U com Intel HD Graphics 5500) em um comparativo com um processador da 4ª geração (Haswell), o Intel Core i7-4600U com Intel HD Graphics 4400.

A quinta geração do processador possui 35% a mais de transistores que seu antecessor, dando um salto de 960 milhões para 1,3 bilhões. Apesar disso, o chip novo é 37% menor que o antigo, mostrando como é clara a evolução da Intel nesse sentido. A união dessas mudanças com o processo de fabricação de 14 nanômetros consegue entregar gráficos 3D 22% melhores, uma conversão de vídeo 50% mais rápida, um aumento de produtividade de até 4% e um aumento de autonomia de até 90 minutos.

Muito mais para a 5ª geração

Os gráficos também melhoraram na quinta geração de processadores da companhia. Com a adição do Intel HD Graphics 5500, Intel HD Graphics 6000 e Iris Graphics 6100, a qualidade das imagens pode ser ainda melhor do que os trazidos pela família Core M (o Intel HD 5300). Um novo controlador wireless, o AC 7265, estreia a segunda geração com suporte ao 802.11ac prometendo ser mais rápido, poderoso, menor e ainda mais econômico.

Os processadores de alta performance (com consumo acima de 45W e quad-core), no entanto, só serão apresentados a partir do segundo semestre de 2015. Esses componentes equiparão desktops e notebooks de alta performance, aqueles que demandam ainda mais desempenho e deixam um pouco de lado aspectos como economia e tamanho.

Related posts:

Compartilhe: